Receba informações exclusivas do Bate Forte. Acesse já! Cadastre-se Aqui

Uma loja física é transforada em uma loja virtual

A loja virtual veio com tudo como uma nova maneira de compra, principalmente depois da pandemia do novo coronavírus e das medidas de prevenção do contágio, como o isolamento social.

Ainda que alguns indícios apontassem que este seria o caminho a ser seguido pelo varejo brasileiro, o surto da Covid-19 acelerou este processo entre os lojistas.

Para se ter ideia, segundo pesquisas da Ebit/Nielsen, o faturamento de lojas online no Brasil cresceu 47% no 1º semestre de 2020, em comparação com o mesmo período de 2019. É a maior alta do setor em 20 anos. As vendas chegaram a R$ 38,8 bilhões entre janeiro e junho de 2020, contra R$ 26,4 bilhões dos mesmos meses de 2019.

Praticamente, todos os segmentos apresentaram crescimento de faturamento durante este semestre, em relação ao mesmo período de 2019:

  • Informática: 101%
  • Construção e ferramentas: 100%
  • Departamento: 90%
  • Esportivo: 63%
  • Perfumaria: 51%
  • Farmácia: 42%
  • Casa e decoração: 33%
  • Roupas/calçados: 32%
  • Autosserviço (inclui hipermercados, supermercados): 18%

O consumidor passou a ver a loja virtual como uma ferramenta para fazer compras de forma rápida e prática. Se antes já era preciso ter maneiras criativas de atrair os clientes e se destacar da concorrência, agora é preciso ainda mais preparo para atender a esta demanda online.

Os processos para montar uma loja virtual

Faça uma boa análise do seu negócio para entender quais são as possibilidades de adaptar a sua operação, pensar na logística de entregas, no controle de estoque e na melhor forma de apresentar os seus produtos na web.

Existem diversas opções para abrir sua loja virtual, como abrir seu próprio e-commerce, disponibilizar seus produtos em um marketplace – sites que reúnem produtos de vários comerciantes em uma só plataforma -, ou fazer a negociação por aplicativos ou redes sociais.

Analise as vantagens de cada modelo, para saber como elas se encaixam ao seu negócio, as facilidades oferecidas, divulgação do negócio e, talvez um dos fatores mais determinantes, os valores de custo.

Sites personalizados

O primeiro passo é escolher a plataforma de seu e-commerce. Existem opções em que é possível criar o site desde o começo, como também modelos já testados e voltados para a venda digital.

Considere o quanto o template (modelo) permite a personalizar o seu site, as condições de pagamento e as modalidades de entrega. É fundamental que a plataforma ofereça uma boa experiência de compra aos seus clientes e que tenha funções de marketing digital e SEO (Search Engine Optimization).

Entrega

Prepare a sua logística para atender à nova demanda. Em uma e-commerce iniciante é comum as entregas acontecerem via Correios ou por meio de serviços de aplicativos. Para isso é importante ter um controle organizado e integrado com o seu estoque.

Dependendo do produto e da quantidade de entregas, você pode partir para a opção de transportadoras, que oferecem maior eficiência e profissionalismo nas operações.

Atendimento

Ofereça canais de atendimento ao público no seu site. Além de melhorar a experiência do cliente com a marca e a plataforma, a opção de contato também é uma regra da legislação do comércio eletrônico.

Podem ser disponibilizados canais como telefone, e-mails, chat online e WhatsApp. Ter uma seção com as principais dúvidas do seu público pode ajudar muito na hora da venda.

Marketing Digital

Assim como o marketing e a publicidade são essenciais para trazer mais público para as lojas físicas, ter uma estratégia de marketing digital para divulgar sua loja virtual, atrair clientes e aumentar as vendas é fundamental no e-commerce.

Conheça algumas das boas práticas para tornar o seu negócio mais relevante no ambiente online.

Google Ads

Anúncios no Google podem ganhar novos clientes e até mesmo te fazer aparecer a quem já é seu consumidor.

SEO

Técnicas que fazem seu e-commerce aparecer nas buscas orgânicas (gratuitas) dos sites de busca. É a forma mais efetiva e barata de atrair tráfego de qualidade para o seu site.

Redes Sociais

Ajudam a se comunicar com o seu público, divulgar o novo e-commerce e tirar dúvidas dos usuários, além de difundir a sua marca.

Posts relacionados

Privacy Preferences
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.