Receba informações exclusivas do Bate Forte. Acesse já! Cadastre-se Aqui

Homem e mulher escrevendo fazendo planejamento financeiro. Texto na arte: Dicas para tirar a sua empresa do vermelho

Existem outros fatores, além do cenário atípico que estamos vivendo, que podem trazer dificuldades às empresas.

De acordo com o IBGE, seis em cada dez empresas fecham em cinco anos de atividade e, infelizmente, a tendência é que fique mais difícil manter um negócio próprio com o passar dos anos.

Se o problema for financeiro, trouxemos 5 dicas que vão te ajudar a tirar o seu negócio do vermelho antes que a única saída seja fechar.

Sempre analise o caixa

Conhecer toda a anatomia do seu fluxo de caixa é imprescindível para saber se todo o seu planejamento anda nos conformes. Ter uma visão constante e saber detalhadamente desse fluxo te dá o poder de analisar os processos e detectar se existe alguma falha ou erro acontecendo que esteja prejudicando o financeiro, como por exemplo: se você gastou mais do que previa/podia, quais gastos supérfluos podem ser cortados, se o número de clientes é o suficiente para manter o negócio funcionando do jeito que você previu. Manter-se atento também ajuda na hora de traçar objetivos ou saber se é o momento de mudar a rota.

Defina prioridades

Agora que você já sabe de todos os processos e detalhes do seu fluxo de caixa, é hora de definir quais são as prioridades do seu negócio. É claro que pagar dívidas deve ser a maior delas para impedir situações trágicas, para isso, é interessante descrevê-las com o maior número de detalhes possível, fazer uma comparação para entender quais você consegue pagar nesse momento e quais você precisa de uma organização melhor para conseguir quitar. A sugestão após isso é pagar primeiro as que são impossíveis de serem renegociadas ou com juros e multas mais altas.

Renegocie dívidas

Esse é o momento de renegociar dívidas para tentar encontrar o melhor cenário possível para a sua empresa. Atente-se aos juros oferecidos em empréstimos e pense sempre a longo prazo. Ter responsabilidade e organização é indispensável nesse momento para assumir um compromisso com o banco ou entidade financeira sem deixar de pagar os salários dos funcionários, impostos e recursos essenciais.

Nunca misture finanças pessoais e empresariais

Um dos erros mais comuns é misturar as finanças pessoais com as empresariais. Evite ao máximo usar dinheiro pessoal para comprar algo para a empresa e vice-versa. Essa atitude pode ser inofensiva, mas transformar essas situações em hábitos é um caminho sem volta e a chance de se enrolar no meio dele é muito alta.

Combate a inadimplência

Incentive seus clientes a manterem as contas deles em dia com a sua empresa. Planeje o vencimento de boletos no começo do mês, esse é o período onde a maioria das empresas pagam o salário de seus funcionários. Outra alternativa é também oferecer descontos e benefícios a quem mantém o pagamento na data certa.

Posts relacionados

Privacy Preferences
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através de seu navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.